top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

A Škoda Auto lança moderno Centro de Simulação para testes avançados a veículos

A Škoda Auto lança moderno Centro de Simulação para testes avançados a veículos

A Škoda Auto inaugurou novas infraestruturas no Centro de Emissões e um novo Centro de Simulação em Mladá Boleslav. Após investimentos de quase 22 milhões de euros, o laboratório irá reforçar as capacidades de desenvolvimento interno do fabricante de automóveis no departamento de Desenvolvimento Técnico. As tecnologias de ponta permitem a simulação precisa e exata de uma vasta gama de condições climáticas permitindo testes exaustivos que imitam as operações do mundo real. O novo Centro de Simulação alberga um laboratório único na República Checa e também no Grupo Volkswagen, e está entre as instalações mais modernas do seu género na Europa.


Johannes Neft, membro do Conselho de Administração da Škoda Auto para o Desenvolvimento Técnico, afirma:

“A abertura do novo Centro de Simulação representa um passo em frente no desenvolvimento automóvel e reafirma a posição de liderança da Škoda Auto na evolução e teste de sistemas de condução e gestão térmica. A importância do novo Centro de Simulação e do Centro de Emissões continuará a crescer, tanto em termos de garantir a qualidade dos nossos veículos de produção como na criação de sistemas e motorizações altamente eficientes para o futuro”.
A Škoda Auto lança moderno Centro de Simulação para testes avançados a veículos

O novo Centro de Simulação permite que a funcionalidade do veículo seja testada sob cargas extremas e que os cálculos virtuais sejam validados em diversas condições de condução, proporcionando um elevado grau de variabilidade de testes em vários ambientes climáticos. A instalação pode suportar temperaturas de -7 a +50°C durante os ensaios e simular condições que vão de 10 a 95% de humidade relativa (crucial para regiões como a Índia), exposição à luz solar e condução em montanha a altitudes até 5500 metros acima do nível do mar.


O laboratório dispõe, igualmente, de um moderno dinamómetro de rolos para veículos com potências até 300 kW, capaz de simular resistências de condução a velocidades até 265 km/h. Está equipado com condutas de ar sofisticadas com dois ventiladores para simulação do fluxo de ar, um sistema de análise de emissões e uma estação de carregamento de alta velocidade para veículos elétricos com potências até 400 kW.


A capacidade de combinar estas tecnologias permite a realização de testes complexos que reproduzem de perto as operações do mundo real com elevada exatidão e precisão nos resultados, enquanto a análise e a avaliação dos dados são realizadas no local. Realizando até 850 testes por ano, o Centro de Simulação expande significativamente as possibilidades de desenvolvimento de novas soluções técnicas.


A construção inclui também uma expansão do Centro de Emissões em resposta a requisitos legislativos atuais e futuros, como a norma de emissões EU7. As novas cabinas de medição serão utilizadas principalmente pelo departamento de Qualidade para garantir que tanto os veículos de pré-produção como de produção cumprem estas normas.


Os testes no Centro de Simulação, cuja construção começou em 2021 com investimentos de quase 22 milhões de euros, são realizados de acordo com as normas legislativas atuais e futuras da União Europeia, China, Índia, Brasil e outras regiões. A abertura da instalação marca outro passo significativo para a Škoda ao assumir a responsabilidade pelo desenvolvimento da plataforma MQB27 da Volkswagen, bem como supervisionar o desenvolvimento global da série EA211 de motores a gasolina e sistemas associados, tais como de admissão, escape, arrefecimento e gestão térmica. Além disso, o fabricante de automóveis checo trata de todas as transmissões manuais relacionadas e da aplicação da transmissão automática DQ200.

 

Principais dados sobre o Centro de Simulação da Škoda Auto:

 

Cronograma de construção: outubro de 2021 - maio de 2024 (890 dias)

Área de construção: 550 m²

Cablagem: 35.420 metros de ligação das tecnologias de medição

Volume de refrigerante: 45 m³ em circuitos de refrigeração

Caudal de ar: cerca de 20.000 m³/h através de unidades de ventilação

Rolos dinamométricos: até 300 kW de capacidade

Velocidade máxima simulada: 265 km/h

Altitude máxima simulada: 5.500 metros acima do nível do mar

Gama de temperaturas sustentadas: -7 a +50 °C

Intervalo de humidade relativa: 10 a 95%

Simulação solar: até 1200 W/m²

Commenti


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page