top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

ACEA: Maio tem queda de 3% na venda de novos veículos na União Europeia

ACEA: Maio tem queda de 3% na venda de novos veículos na União Europeia

Em maio de 2024, os registos de automóveis na União Europeia diminuíram 3%, com descidas observadas em três dos quatro principais mercados da região: Itália (-6,6%), Alemanha (-4,3%) e França (-2,9%). A Espanha, por outro lado, alcançou um resultado positivo, com crescimento de 3,4%.


Apesar da recessão em maio, os registos de automóveis acumulados no ano nos primeiros cinco meses de 2024 aumentaram continuam com saldo positivo de mais 4,6%, um total de 4,6 milhões de unidades. Todos os maiores mercados do bloco apresentam um desempenho acumulado no ano até agora positivo, com Espanha (+6,8%), Alemanha (+5,2%), França (+4,9%) e Itália (+3,4%).


Em maio, os automóveis elétricos a bateria representavam 12,5% do mercado automóvel da UE, uma diminuição face aos 13,8% do ano anterior. Entretanto, os híbridos eléctricos continuaram a expandir a sua presença, crescendo de 25% para quase 30% do mercado. A quota combinada de automóveis a gasolina e diesel caiu para 48,5%, abaixo dos 52,1%, representando agora menos de metade do mercado.


Carros elétricos

Em maio de 2024, os registos de automóveis elétricos a bateria (BEV) diminuíram 12%, para 114.308 unidades, com a sua quota de mercado total a cair para 12,5%. A Bélgica – agora o terceiro maior mercado em volume de BEVs – e a França foram os únicos mercados-chave a registar crescimento, de 44,8% e 5,4%, respetivamente. Em contraste, a Alemanha (-30,6%) e os Países Baixos (-11,7%) registaram quedas significativas no mês passado. De janeiro a maio, foram registrados 556.276 novos carros elétricos a bateria, um aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior.


Os registos de automóveis híbridos plug-in também registaram uma queda de 14,7% no mês passado, com quedas significativas em dois dos maiores mercados: Bélgica (-36,6%) e França (-19,4%). A Alemanha conseguiu um aumento modesto de 1,7%, mas isto não foi suficiente para compensar a tendência negativa global. Em maio, os híbridos plug-in representaram 6,5% do mercado total de automóveis, com 59.333 unidades vendidas.


Apesar do declínio geral do mercado, os híbridos eléctricos foram o único segmento a registar crescimento, com os registos de automóveis a aumentarem 16,2% em Maio, para mais de 272.568 unidades. Três dos quatro maiores mercados deste segmento – França (+38,3%), Espanha (+25,4%) e Itália (+7,4%) – registaram ganhos sólidos, enquanto a Alemanha registou um ligeiro declínio de 0,7%. Este crescimento elevou a quota de mercado híbrido-elétrico para quase 30%, acima dos 25% em maio de 2023.


Carros a gasolina e diesel

Em maio de 2024, as vendas de automóveis a gasolina diminuíram 5,6% para 323.551 unidades, com quedas notáveis ​​em mercados-chave como França (-20,3%) e Espanha (-1,8%). Por outro lado, a Itália e a Alemanha registaram taxas de crescimento modestas de 4,1% e 2,1%, respectivamente. Como resultado, a quota de mercado da gasolina diminuiu de 36,5% para 35,5% face a Maio do ano anterior.


O mercado automóvel a diesel registou uma queda ainda mais acentuada de 11,4% para 118.733 unidades, representando 13% do mercado. Foram observadas diminuições significativas em grandes mercados como Itália (-30,5%), França (-24,8%) e Espanha (-15,4%). A Alemanha registou um aumento modesto de 3,2%.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page