top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

CPM: Campeão Hélder Silva considera 2º lugar absoluto na Arrábida muito positivo




Depois de viver uma verdadeira saga, tendo estado mesmo em causa a sua participação no arranque da temporada, Hélder Silva começou a defesa do seu tricampeonato com uma exibição sólida na 33ª Rampa da Arrábida, coroada com o 2º lugar da geral.


Apesar de ter sido forçado a utilizar uma Osella PA21S EVO que, mesmo sendo uma “barchetta” de grande nível, tem manifestamente um nível inferior à “montada” transalpina que Hélder Silva levou aos títulos nacionais de 2022 e 2023, Hélder Silva não perdeu o foco e abordou a prova organizada pelo Clube de Motorismo de Setúbal com uma estratégia realista, privilegiando a conquista de pontos, sabendo que o campeonato será longo (8 provas)  e “muito competitivo. Tenho a certeza de que haverá muita luta pelo título”.


O piloto líder da Power House esteve igual a si mesmo, rápido, eficaz e seguro, instalou-se desde o primeiro momento da 2ª posição da geral e aí permaneceu até ao cair do pano sobre a rampa setubalense.


Para Hélder Silva “acabou por ser um fim-de-semana fantástico. É certo que não vencemos, mas atendendo às limitações que tínhamos, não só pelo facto de eu não ter utilizado a minha barchetta habitual, nem sequer a que adquirimos para competir em 2024, mas sim a Osella que habitualmente é utilizada pelo Nuno Caetano, temos de considerar que o 2º lugar final é muito positivo, pois são pontos conquistados que podem vir a fazer a diferença”.


O piloto poveiro destaca, “o excelente trabalho da equipa, que me entregou a Osella impecável e pude dar o meu máximo, embora sempre dentro dos limites, até porque tinha consciência de que seria quase impossível, em circunstâncias normais, lutar pela vitória. Aproveito para dar os parabéns ao José Correia, que fez uma excelente exibição e mereceu ganhar. Quero realçar o fabuloso ambiente que vivemos na Arrábida, com milhares a assistir e uma organização de alto nível. Foi um fim-de-semana excelente!”.

O tricampeão nacional deixou ainda,

”um agradecimento ao Torres da Silva, proprietário da Osella PA21S EVO, que prontamente não só me cedeu, como também foi dos maiores incentivadores para que eu corresse com ela!”.

Hélder Silva já estará aos comandos de uma nova Osella PA2000 EVO.2 PA.30 na próxima prova, a Rampa de Penha, que se realizará nos dias 6 e 7 de abril.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page