top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

O tricampeão nacional em título não mostrou qualquer problema por estar a estrear uma Osella PA21/S e foi o mais rápido na única subida de prova do dia inaugural da Rampa da Penha, segunda prova da temporada 2024 do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group. José Correia (Norma FC20), líder absoluto do campeonato, esteve também muito rápido e o duelo de amanhã, domingo, será intenso.


José Rodrigues (Porsche 997) lidera nos GT, o mesmo sucedendo com Daniel Pacheco (Mitsubishi EVO X) nos Turismo e Luís Nunes (Skoda Fabia) entre os Super Challenge, sendo ainda 3º da geral. Flávio Sainhas (Ford Escort MKI) domina nos Clássicos, António Barros (BMW 325is) nos Legends e Armando Freitas (Toyota Starlet) nos 1300.


Num dia em que o sol não fez a sua aparição, a chuva também não passou de breves e espaçados chuviscos, suficientes, no entanto, para que, no arranque da jornada, a pista ainda estivesse húmida e, ao longo da tarde de sábado, provocasse incerteza quanto à escolha de pneus.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

Aliás, na subida de prova que fechou o programa, aconteceu de tudo quanto a essa escolha, com pilotos a levarem “slicks”, outros com rasgos e até de chuva, como aliás foi o caso de Hélder Silva. Mas nem isso impediria o poveiro da Power House de ser o mais lesto de todo o pelotão com 67 unidades, registando 1:27.598 e terminado o dia com 2,4 segundos de avanço sobre José Correia, com este a concluir a subida “a doer” com problemas no motor da sua “barchetta” que o condicionaram na parte final do traçado de 2780 metros. O duelo entre os dois tem tudo para ser épico nas subidas de domingo.


Os Protótipos B andaram rápido, mas entre eles, a rapidez mor foi, como sempre, assumida por Nuno Guimarães, com o “capitão da Montanha” a destacar-se já na sua divisão, sendo ainda 4º da geral, após este dia inicial.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

GT: muito e bom “músculo” para deslumbrar

A incerteza meteorológica e as diferentes opções de pneus baralharam de forma intensa as contas na Categoria GT, aumentando a emoção sobre o que se passará no decisivo dia de domingo.


Se nas duas subidas de treinos, Vítor Pascoal (Porsche 991.2 GT3 CUP) e Gabriela Correia (Mercedes AMG GT4) repartiram os triunfos, a surpresa apareceria na subida de prova, com José Rodrigues (Porsche Carrera 997.2) a suplantar os dois favoritos e a ir para o descanso na frente, tendo ainda sido o 6º mais rápido em termos de geral.


Gabriela Correia está no segundo posto, a 2 segundos do líder, com Pascoal a assumir o terceiro lugar provisório, 1,2 segundos atrás da “Princesa da Montanha”.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

Daniel Pacheco surpreendeu os favoritos e lidera os Turismo

Nota máxima para Daniel Pacheco. O piloto de Paredes esteve simplesmente fenomenal ao longo de toda a tarde de sábado, aproveitando ao máximo a tração total e a potência do seu Mitsubishi Lancer EVO X, suplantando tudo e todos na batalha dos Turismo.


Lidera a Categoria e a Divisão Turismo 1 e a solidez do seu andamento faz antever que não será fácil ser destronado durante o dia de domingo, embora a diferença que possuiu para os dois que o perseguem mais de perto caiba num intervalo de 2,2 segundos.


O pódio provisório da categoria incluiu os líderes das duas restantes divisões. Endiabrado e eficaz aos comandos do seu Peugeot 208 VTi, Gonçalo Inácio domina os Turismo 2 e é 2º da geral da categoria, enquanto Parcídio Summavielle, seu colega de equipa na Befast Motorsport, está na frente dos Turismo 2 e tem o seu Cupra TCR no 3º posto da geral dos Turismo.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

Super Challenge: Nunes na frente, com Lameiro perto

A Categoria Super Challenge está de boa saúde e recomenda-se. É um habitat que “respira” cavalos por todo o lado e está a tornar-se imensamente competitiva, na sua geral e nas refregas dos respetivos grupos.


No entanto, que não haja dúvidas de que Luís Nunes ainda continua a ser o mais forte. O “Foguetão de Valpaços” continua muito rápido e eficaz a extrair todo o potencial do Skoda Fabia R5 e, neste dia inaugural da Penha, foi o mais lesto dos SC e logrou ainda conquistar o 3º tempo em termos absolutos.


Mas os seus mais diretos rivais estão cada vez mais perto. Nota alta para José Lameiro que demonstra uma adaptação cada vez mais eficaz à Montanha e tem o seu Skoda Fabia Super Car cada vez mais competitivo. Ficou a escassos 1,9 segundos de Nunes e demonstra querer “morder os calcanhares” ao pentacampeão nacional.


O Top 3 da categoria ficou fechado com mais um protagonista do Grupo SC-A, no caso o regressado José Pedro Gomes, demonstrando ser válida a aposta que fez este ano em tripular o Opel Astra Super Car.


Quantos aos restantes grupos, no SC-C Bruno Carvalho (Citroen Saxo)  está na frente, quando Luís Silva trouxe o seu BMW M3 para matar saudades da Montanha e já domina nos SC-D.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

Flávio Sainhas já isolado entre os Clássicos

Muda o cenário, repete o intérprete principal. Flávio Sainhas continua a fazer de cada episódio do “filme” reservado ao Campeonato de Portuga Clássicos de Montanha, uma saga vitoriosa.


Neste primeiro dia da Penha, o “Diabo da Covilhã” impôs o seu Ford Escort MKI por uns imponentes 6 segundos sobre o carismático Aníbal Rolo, que se apresentou na Penha com um espetacular Datsun 240 Z, com especificações do antigo Grupo 4 e que o piloto de Cascais conduziu com maestria até ao 2º melhor tempo na subida de prova.


A fazer a sua primeira prova em 2024, Pedro Silva levou o seu VW Golf 16 S ao terceiro melhor tempo, fechando assim o pódio provisório.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

António Barros sem oposição entre os Legends

7,2 segundos. Eis a diferença alargada construída por António Barros, que espalhou classe com o seu BMW 325is (E36) nesta sua aparição pontual no Campeonato de Portugal Legends de Montanha JC Group, oito anos após a sua última prova nesta modalidade. Em circunstâncias normais, não terá qualquer dificuldade em selar o triunfo nas subidas de domingo.


Atrás de si, é um aguerrido pelotão que está a lutar pelos restantes lugares do pódio. Celso Fonseca (Citroen Saxo) foi segundo, suplantando o Citroen AX GTi de Gonçalo Janeira por magros nove décimos de segundo. Na luta estão ainda Miguel Gonçalves (BMW E36 Coupé) e Simplício Taveira (Peugeot 106 S16), quaro e quinto classificados, separados entre eles por 87 milésimos (!) e a escassos 1,4 segundos de Janeira.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

Freitas já domina nos 1300

Não há volta a dar. Ou, pelo menos assim parece. Rampa após rampa, continua avassalador o domínio de Armando Freitas nas lides do Campeonato de Portugal de Montanha 1300 JC Group. O fafense terminou este dia inaugural com 5,9 segundos de vantagem sobre o Fiat Punto de Hugo Magalhães, segundo mais lesto na subida de prova realizada.


Este, por seu lado, tem uma magra vantagem de 0,8 segundos sobre o estreante João Sousa. Aos 19 anos de idade, este piloto de Fafe não vai esquecer a sua estreia absoluto na Montanha, tendo sido sempre muito rápido com o Toyota Starlet que tripula e está, com todo o mérito, a garantir um lugar no pódio provisório.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

Já nos Clássicos 1300, Davide Marques (Datsun 1200) dominou face ao Autobianchi A112 Abarth de Domingos Fernandes.


Na Rampa Regional, que disputou hoje uma subida de treinos e a primeira de prova, domínio de João Paulo Gonçalves.


O piloto do Honda Civic terminou o dia com uma vantagem de um segundo sobre Sebastião Teixeira (Toyota Corolla T-SPORT), sendo de prever um duelo aceso na subida de prova de domingo, onde tudo se decidirá. António Magalhães, num Citroen Saxo Cup, ocupa a terceira posição provisória, rodou a 3,5 segundos do mais rápido e nada obsta a que consiga se imiscuir na luta pelo triunfo.


CPM: Hélder Silva estreia Osella com liderança após primeiro dia na Penha

A jornada decisiva de domingo conta com quatro subidas. A habitual sessão de “warm-up” arrancará às 10 da manhã, seguindo-se a última subida de treinos do programa. A partir da hora do almoço, será tempo da “armada” da Montanha enfrentar a “sequência infernal” constituída pela 2ª e 3ª Subidas de Prova, normalmente decisivas para a classificação final.

コメント


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page