top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

O Campeonato de Portugal de Montanha JC Group ruma já este fim-de-semana até ao coração de Trás-os-Montes, assentando arraiais em Murça, para disputar a 3ª prova da temporada 2024. Sob a batuta organizativa do CAMI Motorsport, são 73 os inscritos que, pela quantidade e qualidade, fazem prometer muita competitividade e emoção em todas as diferentes “frentes de batalha”, ao longo das sete subidas do programa.


Lista de inscritos aqui


Pela frente, um traçado de 4200 metros da icónica EN15. A pista tem com uma inclinação média de 5,5% e uma máxima de 11,56% e as suas características transformam-na num desafio muito particular e exigente. O programa competitivo arrancará às 12.30 horas de amanhã, sábado e o primeiro dia terá duas subidas de treinos oficiais e uma de prova. No Domingo, os pilotos enfrentam a pista a partir das 10.00 horas, com a única subida de treinos livres do fim-de-semana. Segue-se a última subida de treinos oficiais do programa, antecedendo as duas derradeiras subidas de prova. A entrega de prémios decorrerá em Murça, a meio da tarde.


Hélder Silva e José Correia chegam a Murça separados por 1 ponto

Depois dos triunfos de José Correia na Arrábida e de Hélder Silva na Penha, os dois principais candidatos ao título absoluto de 2024 chegam à Rampa Porca de Murça separados por um “magro” ponto, com vantagem para Hélder Silva.


O tricampeão nacional em título estreou a sua nova Osella PA21S Evo com um triunfo e vai querer repetir a “dose” em Murça, confiante que está no potencial competitivo da nova “barchetta” da Power House.


Por sua vez, José Correia apresenta-se em Murça com a firme esperança de que os problemas técnicos que afetaram a sua Norma FC20 na Penha tenham desaparecido, ciente que está de que só o triunfo interessa ao patrão e piloto do JC Group Racing Team para não deixar escapar Hélder Silva na tabela pontual do campeonato e com isso mais um emocionante duelo é esperado.


Victor Bessa volta a alinhar no seu novo “silhueta” FIAT X1/) e o piloto duriense tem tudo para garantir o seu primeiro pódio entre os Protótipos A.


Nos Protótipos B, destaque para as ausências de Nuno Guimarães, líder do campeonato e de Sérgio Nogueira. Como tal, ficam as portas abertas para que Joaquim Rino (BRC B49 EVO) junte o seu primeiro triunfo do ano aos dois pódios já conquistados. Como opositor direto, terá o jovem “rookie” Afonso Santos, também no BRC B49 EVO e apesar do seu total desconhecimento da pista e da pouca experiência, será um adversário difícil de bater.


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

Cresce em número e qualidade o “exército” dos GT

A Categoria GT é uma das favoritas dos aficionados da modalidade e tem tudo para manter e reforçar esse estatuto durante 2024. Começamos com 5 carros na Arrábida e já vamos com 8 em Murça, o que transforma a luta pela vitória e pódio numa batalha titânica.


São 7 carros da marca Porsche e um representante da Mercedes, com muitos “cavalos à solta” fazem antever dois dias de muitas disputas. Vítor Pascoal, líder do campeonato depois da vitória na Arrábida e do 2º posto na Penha, vai ter de se esforçar ao máximo para impor o seu Porsche 991.2 GT3 CUP face ao poderio já demonstrado pelo bracarense José Rodrigues (Porsche 997.2 GT3 CUP), justo vencedor na rampa anterior e que, ao que parece, ganhou-lhe o gosto e pode ser um reforço a tempo inteiro do campeonato, transformando-se em mais um candidato ao cetro.


Também na linha da frente para lutar pelo triunfo estará Gabriela Correia, cada vez mais rápida com o Mercedes AMG GT4 e o regressado Bernardo Garcia de Castro (Porsche 997 GT3 CUP), com o galego a ser sempre alguém a estar entre os protagonistas da categoria.


De volta está André Fernandes e não vem sozinho. O patrão e piloto da ASF Motorsport convidou o transmontano Daniel Teixeira para tripular um dos dois 997 GT3 CUP da equipa e  ambos são bem capazes de se imiscuir na luta pelos lugares de referência. A fazerem uma época de estreia na categoria e a lidar com as exigências dos Porsche 997 GT3 CUP estarão em Murça José Carlos Pouca Sorte e Daniel Vilaça. Aprender, evoluir e ficar cada vez mais perto dos da frente são os seus objetivos. Tudo o que vier acima disso será “bónus”.


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

Turismos: Duelo muito aberto com dois regressos a “baralhar”

A Categoria Turismo está de regresso às fortes e fartas listas de participantes. São 17, distribuídos pelas Divisões T1, T2 e T3.


É de esperar um duelo entre Parcídio Summavielle (Cupra TCR), Daniel Pacheco (Mitsubishi Lancer EVO X) Gonçalo Inácio (Peugeot 208 VTI R2), os três pilotos que chegam a Murça nos três primeiros lugares da tabela pontual da Categoria separados por apenas 2 pontos. Summavielle quererá regressar à exibição soberba que protagonizou na Arrábida e vencer quer na categoria, quer na T2. Pacheco é favorito na T1 e almeja repetir a vitória na categoria que alcançou com brilhantismo na Penha. Já Inácio também aparece como favorito na T3 e, quanto à categoria, ultrapassou as limitações do seu 208 face aos concorrentes e registou já dois segundos lugares, querendo repetir o feito em Murça.


Mas, eis que se juntam “à festa” os regressados Luís Delgado e Joaquim Teixeira. Ambos assumem que a presença em Murça será uma participação pontual, mas a sua qualidade e o seu conhecimento da rampa, argumentos aos quais se juntam ainda as “fortes “montadas” que vão utilizar, transformam Delgado e Teixeira naquilo que sempre foram, crónicos candidatos à vitória, ou, pelo menos ao pódio, quer na categoria, quer na T2. Delgado traz o Cupra TCR Competicion da Nunes Sport, carro imbatível em 2023 na categoria e Teixeira estreia o novo Hyundai Elantra N TCR da JT59 Racing Team.


Com justas aspirações a pontuarem forte e tudo fazerem para aproveitar uma oportunidade e para chegar aos lugares cimeiros, principalmente na sua Divisão, a T2, alinham Paulo Silva (Audi RS3 LMS), José Carlos Magalhães (Seat Leon MKII) e Beatriz Correia (Cupra TCR).


Na T1, Carlos Gonçalves (Mitsubishi Lancer EVO X) e Daniela Marques (Subaru Impreza STI WRX) sabem que, em circunstâncias normais não poderão competir com Daniel Pacheco, mas irão, com certeza, protagonizar uma luta interessante pelo 2º posto, ficando à espera de uma escorregadela do piloto de Paredes.


Já na T3, o destque é Gonçalo Inácio, como alvo principal. Desde o Peugeot 208 VTI R2 de Luís Martins, aos Renault Clio de Martine Pereira, Paulo Cardoso e Marco Gonçalves, passando pelo Citroen Saxo de Carlos Ferreira, sem esquecer o Peugeot 205 GTi de Micael Baptista e o Seat Ibiza de Marco Coelho, são 7 os pilotos que quererão estar entre os primeiros da divisão e, quiçá, destronar o favorito.


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

Super Challenge: Luís Nunes favorito, mas concorrência está forte!

Pela amostra do que presenciámos na Rampa da Penha, prova anterior do campeonato, se é certo que Luís Nunes e o Skoda Fabia R5 da Nunes Sport continuam a formar o binómio mais forte, também se ergue na veracidade o crescendo de forma dos seus concorrentes mais diretos, em especial José Lameiro e o Skoda Fabia MKII Super Car da Diatosta. Inscritos no Grupo SC-A da categoria Super Challenge, Nunes e Lameiro estão na linha de frente da categoria e do seu grupo, parecendo difícil que mais alguém se coloque no duelo a dois.


Mas é ainda no Grupo SC-A que encontrámos duas eventuais surpresas. Manuel Rocha e Sousa (Ford Focus Super Car) e Pedro Marques (Subaru Impreza STI WRX) vão querer disputar, pelo menos, o lugar sobrante do pódio, esperando um deslize nos dois da frente.

Nos restantes grupos, o triunfo no SC-B será disputado entre o Fiat Uno 45 de Horácio Morais e o Peugeot 107 de Joaquim Barreiros.


Já entre os SC-C, Bruno Carvalho (Citroen Saxo) é claro favorito, embora o naipe de adversários aumente em Murça. Regressa o rápido Alberto Pereira (Honda Civic), juntando-se ao rol de pretendentes o murcense Leonel Brás (Citroen C2), Abílio Aparício (Peugeot205) Pedro Cardoso (VW Golf), Pedro Neves (Honda Civic) e Leandro Macedo (Citroen Saxo Cup).


Nos SC-D, Luís Silva, no M3 da Famaconcret, reclama com justiça o favoritismo quase total. O perigo ao seu domínio virá de Pedro Alves (Kia Ceed), com o regressado João Macedo (BMW 328is) a juntar-se a Carlos Correia Pouca Sorte (BMW 320SW) e Aníbal Pinto (BMW 330ci) na luta por um posto no pódio do grupo.


Tiago Pinto e o seu LBS MOTOR CLUB RX 01 apresentam-se em solitário na Taça de Portugal de Kartcross de Montanha, sendo de esperar que o jovem piloto faça da busca da melhor colocação possível na tabela de tempos global o seu mote para o fim-de-semana.


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

Clássicos: Sainhas não deverá ter oposição

Face a algumas ausências e ao domínio que exerceu de forma contundente nas duas provas já realizadas esta época, Flávio Sainhas (Ford Escort MKI tem tudo para sair de Murça com o terceiro triunfo consecutivo, dando assim um passo importante para a renovação do título nacional reservado aos Clássicos de Montanha.


Pedro Silva (VW Golf 16S) e Ricardo Loureiro (Ford Escort MKII) têm tudo para conquistarem os restantes lugares do pódio, lutando entre si, para saber quem fica no degrau intermédio, num duelo que tem tudo para ser equilibrado e interessante de seguir.


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

Legends: António Barros é destaque num cartaz que promete luta brava

António Barros alinhou com o seu BMW 326is (E36) na Penha para o que parecia ser uma participação pontual no Campeonato de Portugal Legends de Montanha JC Group. O domínio avassalador que ostentou levou-o a uma vitória “cantada” e, na sequência, a mesma deu-lhe “ganas” para se apresentar à partida em Murça.


E sendo assim, é novamente claramente favorito a vencer, mesmo perante um plantel que se mostra capaz de ser competitivo. De volta está José Coimbra (Opel Astra), que foi vice-campeão nacional em 2023. A ele se juntam nos detentores de justas pretensões a lutarem pelos lugares de pódio Miguel Gonçalves (BMW E36 Coupe), Simplício Taveira (Peugeot 106 S16) e os Citroen Saxo de Gonçalo Macedo, Fernando Martins e Celso Fonseca.


CPM: Murça recebe 73 inscritos na tradicional prova do Campeonato de Portugal de Montanha

1300: recorde de 14 inscritos

É, até ao momento, a melhor lista da temporada 2024 do Campeonato de Portugal de Montanha 1300 JC Group. São 14 os pilotos que deverão alinhar em Murça, provando, uma vez mais, a pertinência da criação deste campeonato em 2022.


O que não muda é o favoritismo máximo atribuído a Armando Freitas. O fafense bicampeão nacional em título lidera o farto pelotão e, em circunstâncias normais, levará o seu Toyota Starlet a mais uma vitória “sem espinhas”.


Na linha da frente dos que o querem desfeitear deverão estar Tiago Santos (Citroen AX GTi), José Salgado (Toyota Yaris), Paulo Teixeira (Citroen AX Sport) e Tiago Teixeira (Suzuki Swift), sem olvidar o veterano Rui Gama (Peugeot 106), o “rookie” Tomaz Pinto (Toyota Starlet) e a regressada Andreia Santos (Toyota Starlet).


Também casa cheia nos carros com motores até 1000cc. Murça assinala o arranque do FPAK JUNIOR TEAM. Este ano a Montanha é a nova modalidade a integrar o programa da FPAK e contará com a participação de três jovens pilotos: João Barroso, Martim Pereira e Guilherme Silva que fazem a sua estreia aos comandos de três Citroen C1 e além de medirem forças entre si pela vitória no troféu, vão tentar dar dores de cabeças na luta pelo triunfo na Classe 21 à dupla de irmãos, Luís e Catarina Silva, que tripulam os dois Citroen C1 da Famaconcret.


Domingos Fernandes e o seu Autobianchi A112 Abarth competem a solo entre os Clássicos 1300.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page