top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

CPR: Domínio total de Kris Meeke no Rallye Casinos do Algarve

Kris Meeke/James Fulton (Hyundai i20 N Rally2)
Kris Meeke/James Fulton (Hyundai i20 N Rally2)

A dupla Kris Meeke/James Fulton, em Hyundai i20 N Rally2, sagrou-se vencedora do Rallye Casinos do Algarve, segunda prova do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), depois de liderar desde a primeira classificativa, culminando com uma vantagem de 55,6s face a Armindo Araújo e Luís Ramalho, no Skoda Fabia RS Rally2. O piloto britânico somou em Portimão o seu segundo triunfo consecutivo na presente temporada do CPR.


O derradeiro e decisivo dia de prova foi repleto de emoções, já que o segundo lugar, correspondente à posição de melhor português, esteve em aberto desde a primeira classificativa, na qual Araújo entrou ao ataque apostado em reduzir distâncias para Pedro Almeida (Skoda Fabia Rally2 evo) e Ricardo Teodósio (Hyundai i20 N Rally2), os adversários que o antecediam. O furo sofrido por Almeida logo a abrir a jornada deitou por terra o seu brilhante andamento e pouco depois, quando era 5º, desistiu na sequência de um despiste. Paulatinamente, Araújo recuperou tempo a Teodósio, que também sofreu pequenos contratempos, e conquistou, com todo o mérito, o segundo lugar final, por uma margem de 2,4 s, repetindo o resultado da abertura da época, em Fafe.


Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2)
Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2)

Quem estava a recuperar, em termos de andamento, face ao dia anterior era José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2) que tinha conseguido ascender à quarta posição, mas um desesperante problema elétrico, a causar sucessivas quebras de rendimento do motor, fê-lo cair para o fundo da tabela classificativa (13º). Pior sorte teve Pedro Meireles (Hyundai i20 N Rally2), que quando parecia ter assegurado o quarto lugar debateu-se com problemas de travões e acabou por ser forçado ao abandono. Na segunda prova com o Skoda Fabia Rally2 evo, Ernesto Cunha deu mostras de uma boa evolução e sem cometer erros logrou por somar um ótimo resultado, como, aliás, sucedeu com o veterano Rui Madeira na sua estreia aos comandos do Ford Fiesta MK II Rally2.


Lucas Simões (Ford Fiesta R5), Paulo Neto (Skoda Fabia Rally2 evo) e Ricardo Filipe (Skoda Fabia R5) fecharam o “pelotão” dos Rally2, enquanto Diogo Salvi (Skoda Fabia Rally2 evo) viu o seu regresso ao CPR penalizado por problemas mecânicos logo no início do segundo dia.


Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4)
Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4)

No CPR 2RM não faltou incerteza na discussão dos primeiros lugares, com esta a manter-se até à classificativa de fecho, já depois do campeão Gonçalo Henriques (Renault Clio Rally4) ter sido forçado a desistir, quando o autoblocante cedeu, depois de ter arrebatado a liderança a Hugo Lopes (Peugeot 208 Rally4). A partir de então, o jovem piloto de Viseu esteve sempre na frente, destacando-se de Daniel Nunes (Peugeot 208 Rally4) de Ricardo Sousa (Peugeot 208 Rally4) e de João Andrade (Peugeot 208 Rally4). Triunfo indiscutível de Lopes, sendo de destacar a subida de Andrade ao segundo lugar na última classificativa, com Nunes a ser vítima de problemas mecânicos (transmissão) após o final, algo que o fez penalizar um minuto à chegada a Portimão, sendo relegado para o quarto lugar. Pedro Pereira (Peugeot 208 Rally4), o vencedor da FPAK Júnior Team em 2023, entrou com o pé direito no CPR ao terminar em quinto, na frente de Guilherme Meireles (Peugeot 208 Rally4) que passa a liderar o Campeonato Júnior.


A dupla lituana Martynas Samsonas/Ervinas Snitkas (Skoda Fabia N5) foi a vencedora das provas do Campeonato Promo e do Start Sul, José Merceano (Mitsubishi Lancer Evo VI) triunfou nos Clássicos, Rui Madeira (Ford Fiesta Rallky2) no Masters e José Viana Martins (Peugeot 208 R2) no Promo 2RM e no Start Sul 2RM.

 

Classificação final do CPR (oficiosa)

1º, Kris Meeke/James Fulton (Hyundai i20 N Rally2), 1h02m32.2s

2º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2), a 55.6s

3º, Ricardo Teodósio/José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2), a 58.0

4º, Ernesto Cunha/Rui Raimundo (Skoda Fabia Rally2 evo), a 2.47.7

5º, Rui Madeira/Nuno Rodrigues da Silva (Ford Fiesta MK2 Rally2), a 3.06.0

6º, Lucas Simões/Valter Gomes (Ford Fiesta R5), a 3.33.5

7º, Paulo Neto/Nuno Mota Ribeiro (Skoda Fabia Rally2 evo), a 4.01.0

8º, Ricardo Filipe/Filipe Carvalho (Skoda Fabia R5), a 4.43.9

9º, Daniel Nunes/José Janela (Peugeot 208 Rally4), a 7.35.8

10º, Pedro Pereira/João Aguiar (Peugeot 208 Rally4), 7.52.2

 

2RM (oficiosa)

1º, Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4), 1h08m31.3s

2º, João Andrade/Pedro Santana (Peugeot 208 Rally4), a 1.30.0

3º, Ricardo Sousa/Luís Marques (Peugeot 208 Rally4), a 1.32.9

4º, Daniel Nunes/José Janela (Peugeot 208 Rally4), a 1.36.7

5º, Pedro Pereira/João Aguiar (Peugeot 208 Rally4), a 1.53.1

6º, Guilherme Meireles/Pedro Alves (Peugeot 208 Rally4), a 2.02.7

7º, Jorge Carvalho/António Santos (Renault Clio Rally4), a 2.54.5

8º, Pedro Silva/Roberto Santos (Peugeot 208 Rally4), a 3.10.9

9º, Anton Korzun/Pavlo Kononov (Peugeot 208 Rally4), a 4.15.9

10º, Luís Morais/Rafael Cunha (Peugeot 208 Rally4), a 5.01.1

 

Junior (oficiosa)

1º, Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4), 1.08.31.3

2º, João Andrade/Pedro Santana (Peugeot 208 Rally4), a 1.30.0

3º, Pedro Pereira/João Aguiar (Peugeot 208 Rally4), a 1.53.1

4º, Guilherme Meireles/Pedro Alves (Peugeot 208 Rally4), a 2.02.7

5º, Diogo Marujo/Jorge Carvalho (Peugeot 208 Rally4), a 5.10.5

 

CAMPEONATOS (classificações oficiosas)

Absoluto: 1º, Kris Meeke, 56 pontos; 2º, Armindo Araújo, 44; 3º, Ricardo Teodósio, 28; 4ºs, Rúben Rodrigues e Ernesto Cunha, 18; 6ºs, Lucas Simões e Paulo Neto, 16; 8º, José Pedro Fontes, 15; 9º, Rui Madeira, 12; 10º, Ricardo Filipe, 8.

2RM: 1ºs, Gonçalo Henriques e Hugo Lopes, 28 pontos; 3ºs, Guilherme Meireles e Pedro Silva, 24; 5ºs, Kevin Saraiva e João Andrade, 22; 7º, Jorge Carvalho, 20; 8º, Ricardo Sousa, 17; 9º, Daniel Nunes, 14; 10º, Pedro Pereira, 13.

Júnior: 1º, Guilherme Meireles, 32 pontos; 2ºs, Gonçalo Henriques, Hugo Lopes e Diogo Marujo, 28; 5º, Luís Caetano, 24; 6ºs, Kevin Saraiva e João Andrade, 22; 8º, Pedro Pereira, 18.

 

A próxima jornada (3ª) do CPR, também em pisos de terra, será o Rali Terras D’Aboboreira (26/27 abril), nas regiões de Amarante, Baião e Marco de Canaveses.

Comentarios


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page