top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

O Audi 50 foi lançado em 1974 e serviu de base para o Volkswagen Polo

O Audi 50 foi lançado em 1974 e serviu de base para o Volkswagen Polo

O Audi 50, o primeiro automóvel citadino de um construtor alemão, foi lançado em 1974, pouco depois do início da crise petrolífera de 1973. Económico, de baixo consumo de combustível e de design pioneiro: tração dianteira com um motor transversal, carroçaria hatchback de duas portas com uma grande bagageira e banco traseiro rebatível, dimensões exteriores compactas e características de condução atraentes. Além disso, o Audi 50 serviu de modelo para o VW Polo, estruturalmente semelhante, que foi lançado sete meses mais tarde, aproveitando as sinergias dentro do Grupo Volkswagen – uma receita de sucesso há meio século.


O Audi 50 nasceu para ser moderno e versátil e completar a gama de modelos do Audi 80 e Audi 100. Já em 1970, os engenheiros da Audi NSU Auto Union AG começaram a trabalhar no projeto, liderados pelo Diretor Técnico Ludwig Kraus, procurando um sucessor para o pequeno e robusto NSU, cuja produção estava prestes a terminar.


Os criadores tinham o seguinte objetivo: "Um automóvel contemporâneo deve ter o tamanho certo para os imperativos de hoje", como se afirma no manifesto de design do Audi 50. A chave do sucesso foi o motor de colocação transversal. Isto permitiu que os engenheiros de Ingolstadt criassem um carro com um interior relativamente grande, apesar do seu comprimento total de 3,49 metros. Foram lançadas duas versões do "mini Audi", que pesava apenas 685 quilos: o Audi 50 LS com 50 cv e o Audi 50 GL com 60 cv, ambos com motores de 1,1 litro.


O Audi 50 foi lançado em 1974 e serviu de base para o Volkswagen Polo

O Audi 50 LS tinha uma velocidade máxima de 142 km/h, enquanto o Audi 50 GL atingia os 152 km/h. A versão de 50 cv utilizava gasolina normal, mas a versão de 60 cv, mais potente, necessitava de gasolina super. Em 1977, esta última variante foi substituída por um motor de 1.300 cc recentemente desenvolvido, que funcionava com gasolina normal.


A responsabilidade do design do Audi 50 foi confiada a Hartmut Warkuß, que já tinha desenhado o Audi 80: Warkuß criou uma forma delicada e intemporal em torno do conjunto construído por Ludwig Kraus.


A equipa de Ingolstadt apresentou o Audi 50 à imprensa internacional na Sardenha, no verão de 1974. Chegou aos concessionários pela primeira vez em 26 de outubro: o Audi 50 LS custava 8.195 marcos alemães e o Audi 50 GL 8.510 marcos alemães. O "mini Audi" foi planeado e desenvolvido inicialmente em Neckarsulm e mais tarde no Desenvolvimento Técnico de Ingolstadt e foi construído na fábrica da Volkswagen em Wolfsburg. Até 31 de março de 1975, tinham saído das linhas de montagem de Wolfsburg 43.002 unidades do Audi 50, altura em que também começou a produção do VW Polo, estruturalmente semelhante. A produção do Audi 50 cessou no verão de 1978, tendo, o todo, sido fabricadas 180.828 unidades.


O Audi 50 foi lançado em 1974 e serviu de base para o Volkswagen Polo

A partir de então, a Audi concentrou-se em automóveis de gama média e alta. Mesmo que o Audi 50 tenha sido comercializado apenas durante alguns anos, instituiu o segmento dos automóveis pequenos no Grupo Volkswagen; posteriormente, foram produzidos milhões de VW Polo ao longo das suas várias gerações.

Comentários


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page