top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

O clássico Panda é renovado, ganha envergadura e vem eletrificado

O clássico Panda é renovado, ganha envergadura e vem eletrificado

Com mais de um século de história, a Fiat é um dos mais antigos fabricantes de automóveis em atividade e uma marca verdadeiramente global que está a celebrar o seu 125º aniversário este ano. No ano do seu importante aniversário, a marca italiana traz de volta um nome conhecido em alguns mercados, o Panda, agora chamado de Grande Panda já que ganhou envergadura.


Olivier François, CEO da Fiat e CMO Global da Stellantis, declarou: "A melhor maneira de celebrar os 125 anos da Fiat é começar a escrever as primeiras páginas do nosso futuro, começando com o novo Grande Panda. Concebido em Turim, Itália, pelo nosso Centro Stile, a nova criação da marca encarna os valores do seu precursor. Este automóvel compacto é baseado numa plataforma global, dando à Fiat a oportunidade de expandir o seu alcance a nível mundial. Com o Grande Panda, a Fiat inicia agora a sua transição para plataformas globais comuns que abrangem todas as regiões do planeta, transmitindo os benefícios resultantes aos seus clientes em todo o mundo. De facto, o Grande Panda está perfeitamente adaptado às famílias e à mobilidade urbana em todos os países... um verdadeiro Fiat!"


O Grande Panda é o primeiro novo produto da família e será seguido pelo lançamento de um novo modelo todos os anos até 2027. O projeto da marca consiste em fabricar veículos sobre a mesma plataforma global e multi-energia Smart Car, que funciona em todas as regiões do mundo, permitindo criar muitos veículos diferentes, mas que possam ser vendidos globalmente.


O clássico Panda é renovado, ganha envergadura e vem eletrificado

Fiat Grande Panda: Concebido em Itália para o mundo

Concebido em Itália, no Centro Stile de Turim, o Fiat Grande Panda distingue-se dos outros veículos do segmento B ao ter apenas 3,99 metros de comprimento - abaixo da média do segmento, que é de 4,06 m, de olho na necessária mobilidade urbana e no espaço interior das famílias no segmento. O modelo chega também no momento da eletrificação da marca, com versões hibridas e elétricas.


A frente apresenta um volume compacto com uma nova personalidade distinta. Linhas ortogonais precisas envolvem uma disposição progressiva da malha quadrada que cria um visual forte e elegante, gerando uma pontuação de pixéis desde o centro da grelha superior em preto brilhante até aos faróis. A presença de uma placa de proteção na parte central inferior do para-choques contribui para enfatizar uma atitude de veículo utilitário, enquanto os faróis, constituídos por cubos opalinos, refletem as janelas das fachadas da fábrica Lingotto. Além disso, a par da assinatura luminosa única, as Luzes de Circulação Diurna (DRL) transformam-se em indicadores e iluminam alguns dos cubos que surgem como pixéis horizontais dispostos num padrão de tabuleiro de xadrez.


Nas laterais, a silhueta do Fiat Grande Panda remete para a força do Panda dos anos 80, com o seu charme indiscutível e autoconfiante proporcionado pelo habitáculo dinâmico e pela superfície vidrada.


O clássico Panda é renovado, ganha envergadura e vem eletrificado

A atitude em forma de cunha da carroçaria e do habitáculo é bem definida e ainda mais realçada pelas barras de tejadilho inclinadas, que se deslocam do topo para a traseira. Em homenagem ao clássico Panda 4x4, as letras Panda são surpreendentes: impressas tridimensionalmente em baixo-relevo nas portas. Além disso, a inconfundível inclinação da relação angular com o volume vertical da traseira é reproduzida pelo robusto pilar "C". Para gerar um efeito lenticular, um emblema quadrado preto está ligado ao grafismo na superfície vidrada, criando um efeito em que as quatro letras Fiat se transformam em quatro barras que percorrem o veículo.

 

A traseira também apresenta um carácter arrojado graças às proeminentes cavas das rodas, à inclinação das janelas, à disposição geral do óculo traseiro, aos faróis e às proteções que conferem ao Fiat Grande Panda um aspeto protetor e estável e uma postura sólida em estrada. O volume é aumentado graças à integração de uma moldura em preto brilhante com as letras tridimensionais Panda - uma homenagem ao design do Panda original. Finalmente, para manter o tema das geometrias dos anos 80 combinadas com um estilo futurista, as jantes de liga leve de 17" com acabamento diamantado são ampliadas por um cativante design em X estilizado.



Do que já se sabe do modelo, o Grande Panda chegará primeiro à Europa, Médio Oriente e África, e estará disponível em versões elétrica e híbrida.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page