top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

A Seat apresenta os melhores resultados de sempre no primeiro trimestre

A Seat apresenta os melhores resultados de sempre no primeiro trimestre

A Seat S.A. começou 2024 com robustez, registando resultados recorde entre janeiro e março, impulsionados pelo aumento de volume das marcas Cupra e Seat, a par de melhorias de eficiência. A empresa alcançou um lucro operacional recorde de 226 milhões de euros no primeiro trimestre do ano (Q1 2023: 144 milhões de euros, +57,0%) e continuou a aumentar o seu retorno operacional sobre as vendas para 5,9% (+1,9 p.p. face a janeiro a março do ano anterior). As receitas de vendas da Seat atingiram 3.803 mil milhões de euros, o que representa também o melhor valor registado pela empresa para um primeiro trimestre e um aumento de 6,8% face ao ano anterior (3.562 mil milhões de euros). 


“Alcançámos os nossos melhores resultados de sempre no primeiro trimestre, o que é uma notícia muito positiva, dado o enquadramento da concorrência em 2024”, afirmou Wayne Griffiths, CEO da Seat e da Cupra. “À medida que a SEAT S.A. avança na sua jornada de transformação, continuamos a trabalhar arduamente para alcançar um lucro operacional e um retorno sobre as vendas mais robustos. As nossas duas marcas, permanecem fortes e estão a aumentar as suas entregas, contribuindo para o nosso objetivo de nos tornarmos uma empresa ainda mais sustentável e rentável", continuou Griffiths.

“Os resultados dos primeiros três meses de 2024 refletem o nosso desempenho durante o ano anterior. No entanto, o contexto económico global exige que nos concentremos ainda mais nas nossas prioridades estratégicas. Gerir as receitas e melhorar a eficiência, enquanto trabalhamos num alinhamento de modelos atrativo, será crucial para atingirmos os nossos objetivos", afirmou David Powels, Vice-Presidente para as Finanças e TI da Seat S.A.

Entregas fortes impulsionam resultados financeiros

A melhoria constante dos resultados é impulsionada principalmente pelo crescimento constante do volume de entregas. Entre janeiro e março, as entregas globais da empresa aumentaram 10,6% com 138.600 veículos (125.200 entre janeiro e março de 2023), contribuindo para impulsionar a quota de mercado de ambas as marcas na Europa Ocidental de 3,5% para 3,8% no primeiro trimestre de 2024.


O portfólio diversificado de veículos eletrificados da Seat permitiu que a empresa aumentasse as vendas de veículos PHEV para atingir um total de 12.300 unidades, o que representa um aumento de 122,3% em comparação com o mesmo período de 2023 (5.600).


Os resultados da Cupra impulsionaram as vendas da empresa e continuam a bater recordes ao completar o melhor primeiro trimestre da sua história. A marca entregou 56.600 automóveis nos primeiros três meses do ano, mais 21,4% do que no mesmo período de 2023 (46.600), e alcançou o seu resultado mensal de vendas mais elevado de sempre em março, com 23.800 automóveis entregues. Desde a sua criação em 2018, a Cupra já vendeu perto de 600.000 veículos.


O Formentor, o modelo mais popular da marca, reforçou a sua posição como o A-CUV mais vendido na Europa, com 28.900 unidades entregues entre janeiro e março, mais 3,5% do que no mesmo período de 2023. A elevada procura da gama Cupra Leon, com 15.900 veículos entregues (+107,0%), potenciou também as vendas da marca. As novas versões de ambos os modelos serão introduzidas dentro de alguns meses com o objetivo de continuar a liderar o crescimento global da marca. Os três principais mercados da Cupra no primeiro trimestre foram a Alemanha (18.900; +42,2%), o Reino Unido (6.900; +31,7%) e Espanha (5.300; +3,2%).

 

Já em relação a Seat, a marca também crescer nas entregas, atingindo 81.900 veículos, um aumento de 4,3% em relação ao mesmo período de 2023 (78.600).


O icónico Ibiza, que celebra este ano o seu 40º aniversário, lidera as vendas da marca com 25.700 unidades entregues entre janeiro e março (+8,5%). Os principais mercados da marca neste período foram Espanha (17.400; -3,3%), Alemanha (15.300; +24,1%) e Reino Unido (11.200; +14,6%).

Comentarios


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page