top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

CPR: Kris Meeke e a Hyundai continuam a dominar o Campeonato de Portugal de Ralis

Kris Meeke/Stuart Loudon (Hyundai i20 N Rally2)
Kris Meeke/Stuart Loudon (Hyundai i20 N Rally2)

A dupla Kris Meeke/Stuart Loudon, no Hyundai i20 N Rally2, somou, este sábado, no Rali Terras D’Aboboreira a sua terceira vitória consecutiva no Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), ao terminar com uma vantagem de 1m56s para Armindo Araújo (Skoda Fabia RS Rally2), que também repetiu o resultado das duas provas anteriores.


O piloto do Team Hyundai Portugal manteve, deste modo, a sua invencibilidade, num rali em que a discussão do segundo lugar chegou a ser animada entre Armindo Araújo e Rúben Rodrigues (Skoda Fabia RS Rally2), até este sofrer um furo a três classificativas do final. Contudo, o campeão açoriano não logrou terminar no pódio, já que na derradeira “especial” viu-se forçado a desistir, devido a problemas mecânicos.


Num rali marcado por um elevado número de desistências, também consequência das condições complicadas do terreno motivadas pela chuva, Pedro Almeida (Skoda Fabia Rally2 evo), que teve um início discreto para depois melhorar de forma progressiva, concluiu a jornada no terceiro lugar. “Esperava fazer melhor, mas nem sempre me senti confiante”, explicava o piloto de Famalicão.


Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2)
Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2)

Foi ainda na seção matinal – para a qual já não arrancou Pedro Meireles (Hyundai i20 N Rally2), por motivos de saúde – que José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2), então quarto classificado, desistiu no troço de Baião, com a suspensão partida, e logo a seguir, em Amarante 2, foi a vez de João Barros (VW Polo Rally2), oitavo na tabela classificativa do CPR, também ficar pelo caminho, devido a um “toque”.  Muito regular, o jovem Lucas Simões (Ford Fiesta R5), navegado pelo experiente Valter Cardoso, natural e profundo conhecedor da região, esteve em plano de destaque para conquistar um meritório quarto lugar final, à frente de Ernesto Cunha (Skoda Fabia Rally2 evo) e Paulo Neto (Skoda Fabia Rally2 evo). Sem rodagem em pisos enlameados, Ricardo Filipe (Skoda Fabia R5) finalizou bem dentro do “top 10”.


Nas 2RM (duas rodas motrizes), Hugo Lopes (Peugeot 208 Rally4) dominou de fio a pavio face ao campeão Gonçalo Henriques (Renault Clio Rally4), que não teve a sorte pelo seu lado, ao ser forçado a desistir na última classificativa, quando a suspensão cedeu, por “culpa” de uma pedra no meio da estrada. Emanuel Figueiredo (Peugeot 208 Rally4), que fez uma boa prova, herdou o segundo lugar, enquanto Ricardo Sousa (Peugeot 208 Rally4) ainda logrou, graças a um vigoroso “sprint” final, chegar à terceira posição. Pedro Pereira (Peugeot 208 Rally4) atrasou-se devido a problemas de direção assistida e a dois furos, mas foi compensado no seu esforço com o quarto lugar final. João Andrade (Peugeot 208 Rally4), Rafael Cardeira (Peugeot 208 Rally4), Daniel Nunes (Peugeot 208 Rally4), Guilherme Meireles (Peugeot 208 Rally4), Pedro Silva (Peugeot 208 Rally4), Rafael Rego (Peugeot 208 Rally4) e Kevin Saraiva (Peugeot 208 Rally4) estiveram entre os desistentes.


Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4)
Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4)

A próxima prova, quarta da temporada, será o Vodafone Rally de Portugal, que para os pilotos do CPR decorre apenas nos dias 9 e 10 de maio, com um total de 9 classificativas.

 

CLASSIFICAÇÕES (OFICIOSAS)


1º, Kris Meeke/Stuart Loudon (Hyundai i20 N Rally2), 1.14.31,0

2º, Armindo Araújo/Luís Ramalho (Skoda Fabia RS Rally2), a 1m56,0s

3º, Pedro Almeida/Mário Castro (Skoda Fabia Rally2 evo), a 4.41.8

4º, Lucas Simões/Valter Cardoso (Ford Fiesta R5), a 4.51.8

5º, Paulo Neto/Nuno Mora Ribeiro (Skoda Fabia Rally2 evo), a 5.22.9

6º, Ernesto Cunha/Rui Raimundo (Skoda Fabia Rally2 evo), a 5.24.6

7º, Ricardo Filipe/Filipe Carvalho (Skoda Fabia R5), a 9.06.4

8º, Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4), a 9.47.2

9º, Emanuel Figueiredo/Ricardo Pinto (Peugeot 208 Rally4), a 12.50.09

10º, Ricardo Sousa/Luís Marques (Peugeot 208 Rally4), a 12.54.9

 

2RM

1º, Hugo Lopes/Magda Oliveira (Peugeot 208 Rally4), 1.24.18,2

2º, Emanuel Figueiredo/Ricardo Pinto (Peugeot 208 Rally4), a 2m31.1

3º, Ricardo Sousa/Luís Marques (Peugeot 208 Rally4), a 3.07.7

4º, Pedro Pereira/João Aguiar (Peugeot 208 Rally4), a 3.07.8

5º, Anton Korzun/Pavlo Kononov (Peugeot 208 Rally4), a 6.29.5

6º, Diogo Marujo/Jorge Carvalho (Peugeot 208 Rally4), a 7.13.1

7º, Paulo Roque/Inês Veiga (Peugeot 208 Rally4), a 11.31.9

8º, Luís Caetano/David Monteiro (Renault Clio Rally5), a 20.21.7

 

CAMPEONATOS (classificação oficiosa após 3 provas)

Absoluto: 1º, Kris Meeke, 84 pontos; 2º, Armindo Araújo, 66; 3º, Lucas Simões, 32; 4º, Paulo Neto, 30; 5ºs, Ernesto Cunha e Ricardo Teodósio, 28; 7ºs, Ricardo Filipe, Pedro Almeida e Rúben Rodrigues, 18; 10º, José Pedro Fontes, 15. 

2RM: 1º, Hugo Lopes, 55 pontos; 2º, Ricardo Sousa, 35; 3º, Pedro Pereira, 30; 4º, Gonçalo Henriques, 28; 5ºs, Guilherme Meireles e Pedro Silva, 24; 6ºs, João Andrade, Kevin Saraiva e Diogo Marujo, 22; 10ºs, Jorge Carvalho e Emanuel Figueiredo, 20.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page