top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

Espanhol Ruiloba vence Rally de Lisboa

Diego Ruiloba - Citroen C3 Rally2
Diego Ruiloba - Citroen C3 Rally2

O jovem espanhol Diego Ruiloba, navegado por Angel Vela, no Citroen C3 Rally2, venceu este sábado o Rally de Lisboa | Memorial Joaquim Santos, conquistando a Taça de Portugal de Ralis, depois de dominar por completo a prova organizada pelo CPKA, ao ser o mais rápido em 10 das 12 classificativas disputadas. A significativa vantagem final para José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2) diz tudo sobre a superioridade do piloto asturiano, que veio à prova lisboeta ensaiar a sua participação no S-CER (Super-Campeonato de Espanha de Ralis), no Rali de Orense, já no próximo fim de semana. A equipa da Citroën Portugal também aproveitou esta jornada para testar novas soluções no Citroen C3 Rally2 tendo em vista o início da fase de asfalto do CPR (Campeonato de Portugal de Ralis), no Rali de Castelo Branco daqui a duas semanas.


José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2)
José Pedro Fontes (Citroen C3 Rally2)

Neste segundo e último dia de rali, que já não contou com a dupla André Cabeças/Ilberino Santos (Ford Fiesta R5), então quarta classificada, que embora tiver concluído a última classificativa de sexta-feira viu-se forçada a desistir, com problemas de transmissão, permitiu ao boliviano Bruno Bulacia (Toyota Yaris GR) confirmar não só a conquista do último lugar do pódio, a nível absoluto, mas também o triunfo – terceiro desta época – na Toyota Gazoo Racing Iberian Cup, frente a Miguel Campos, o piloto português que está na luta pelos primeiros lugares do troféu dos Toyota Yaris GR. Gonçalo Henriques (Renault Clio Rally4), o campeão nacional de 2RM (duas rodas motrizes) em título, esteve em grande destaque, ao garantir, de forma autoritária, o primeiro lugar na sua classe e o quarto lugar absoluto.

Bruno Bulacia (Toyota Yaris GR)
Bruno Bulacia (Toyota Yaris GR)

O início do Clio Trohpy Portugal, que marca esta época o regresso da Renault Portuguesa às competições, foi empolgante, com a discussão da vitória entre os Clio Rally4 a estender-se até ao final e Gil Antunes a garantir o primeiro lugar face a Pedro Pereira, cabendo a Danny Carreira o terceiro lugar.


Juan Carlos Férnandez venceu o Clio Trophy Spain e Juan Carlos Maroño a Sandero Eco Cup Spain, dois troféus monomarca de ralis do país vizinho muito competitivos e que vieram abrilhantar esta edição da Taça de Portugal de Ralis.


Gonçalo Henriques (Renault Clio Rally4)
Gonçalo Henriques (Renault Clio Rally4)

Classificação geral final (oficiosa)

1º, Diego Ruiloba/Angel Vela (Citroen C3 Rally2), 52m09.9s

2º, José Pedro Fontes/Inês Ponte (Citroen C3 Rally2), a 2m28.1s

3º, Bruno Bulacia/Gabriel Morales (Toyota Yaris GR), a 4.26.6

4º, Gonçalo Henriques/Inês Veiga (Renault Clio Rally4), a 4.57.4

5º, Miguel Campos/Joana Silva (Toyota Yaris GR), a 5.02.3

6º, Josep Bassas/Manel Muñoz (Toyota Yaris GR), a 5.16.9

7º, Daniel Nunes/José Janela (Peugeot 208 Rally4), a 5.58.8

8º, Pedro Lago Vieira/Marco Macedo (Toyota Yaris GR), a 6.02.6

9º, Paulo Caldeira/António Costa (Skoda Fabia Rally2 evo), a 6.02.6

10º, João Rodrigues/Manuel Santos (Peugeot 208 Rally4), a 6.48.0

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page