top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

WRC: Ogier vence em Portugal e passa a ser o maior vencedor da prova


Sébastien Ogier tornou-se o primeiro piloto a alcançar seis vitórias no Vodafone Rally de Portugal, alcançando a vitória com uma vantagem de 7,9 segundos para o seu rival da Hyundai Motorsport, Ott Tänak.


O francês é agora o piloto de maior sucesso nos 56 anos de história do evento, que foi a etapa fundadora do Campeonato Mundial de Ralis da FIA em 1973. Ogier partilhava o recorde com a lenda finlandesa, Markku Alén com cinco vitórias.


Cinco pilotos diferentes lideraram na gravilha portuguesa, que utilizou estradas perto das cidades do Porto, Matosinhos, no norte de Portugal, sem esquecer o centro do país e tradicionais especiais como na região de Arganil. De acordo com as autoridades foram centenas de milhares de espectadores ao longo dos 4 dias de competição.


Ogier conquistou o primeiro lugar num sábado tumultuado, durante o qual o seu companheiro de equipa no Toyota GR Yaris, Kalle Rovanperä, saiu da liderança após acidente, e Takamoto Katsuta abandonou com problemas na suspensão traseira.




O francês mantinha o carro i20 N de Tänak a uma distância de 11,9 segundos, chegando às quatro especiais de domingo mantendo o estoniano em margem segura, e voando alto sobre o lendário salto de Fafe para encerrar esta quinta rodada da temporada em grande estilo.


“Não tive nada contra estar empatado com Markku Alén”, sorriu Ogier. “Ele é uma lenda, mas ouvi por muitos anos 'quando você vai bater esse recorde?'


"Não foi um grande fim de semana para toda a equipe, mas foi um bom rali para nós e estou feliz por termos conseguido alguns pontos."


O segundo lugar marcou o melhor resultado de Tänak desde que regressou à Hyundai no início do ano. Os sete pontos adicionais que ele ganhou por liderar a classificação do Super Domingo ajudaram a colocá-lo à frente de Adrien Fourmaux, no terceiro lugar na classificação do campeonato.


Em termos de campeonato, foi também um fim de semana forte para Thierry Neuville, que ocupou o último lugar do pódio 1min 1,9s atrás do seu colega Hyundai. A estrela belga ampliou a vantagem para 24 pontos sobre Elfyn Evans depois que o galês passou por um fim de semana difícil, terminando em sexto depois de ter sofrido um vazamento no final do dia que lhe tirou pontos do domingo e já depois de outra “aventura” na sexta-feira, quando seu co-piloto Scott Martin recorreu à leitura de notas em um telefone celular depois de esquecer seu livro físico quando saiu do carro para falar com comissários em uma mesa.


Fourmaux brilhou, mais uma vez, e subiu de quinto para quarto, ultrapassando o Hyundai de Dani Sordo na ES19 e ficando mais de um minuto à frente do espanhol no final. O jovem da M-Sport Ford vem mostrando não só consistência como muita rapidez, sendo mesmo a grande surpresa do ano.


O piloto do Citroën C3 Rally2, Nikolay Gryazin, terminou em sétimo na geral, à frente de Jan Solans, que foi o piloto inscrito no WRC2 mais bem colocado, em oitavo. Solans superou Josh McErlean por apenas 3,2 segundos, enquanto Lauri Joona completou o top 10.

 

Os concorrentes enfrentam um clima mais quente e estradas difíceis à medida que o WRC se desloca para a ilha mediterrânica da Sardenha, no final deste mês. O Rally Italia Sardegna será realizado em Alghero, de 30 de maio a 2 de junho.

 

Classificação geral:

1. S Ogier / V Landais FRA Toyota GR Yaris 3h 41m 32,3s

2. O Tänak / M Järveoja EST Hyundai i20 N +7.9s

3. T Neuville / M Wydaeghe BEL Hyundai i20 N +1m 9,8s

4. A Fourmaux / A Coria FRA Ford Puma +1m 47,8s

5. D Sordo C Carrera ESP Hyundai i20 N +2m 48,9s

6. E Evans / S Martin GBR Toyota GR Yaris +6m 36,0s

 

Classificação do Campeonato de Pilotos (após a 5ª rodada de 13):

 

1.T Neuville 110 pontos

2. E Evans 86

3. O Tanak 79

Comentarios


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page