top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

Mercedes-Benz vende 600.100 unidades no segundo trimestre

Mercedes-Benz vende 600.100 unidades no segundo trimestre

As vendas globais do segundo trimestre da Mercedes-Benz atingiram as 600.100 unidades, sustentadas por uma melhor disponibilidade de produtos na divisão Mercedes-Benz Cars na China e nos EUA, mas permaneceram abaixo do nível do ano anterior, devido às mudanças de modelo e a uma abordagem de vendas orientada para o valor num ambiente económico desafiante. Espera-se que as vendas de veículos ligeiros de passageiros da Mercedes-Benz melhorem ainda mais no segundo semestre do ano. A divisão Mercedes-Benz Vans alcançou vendas robustas, apesar de um ambiente de mercado moderado e mudanças de modelo.


Veículos Ligeiros Mercedes-Benz

As vendas da divisão Mercedes-Benz Cars atingiram as 496.700 unidades no segundo trimestre, um aumento de 7% em relação ao primeiro trimestre ressaltando a marca que as mudanças de modelo e as restrições de disponibilidade afetaram as vendas no primeiro semestre do ano. Graças à disponibilidade total do Classe E, do GLC e ao lançamento no mercado dos novos modelos Mercedes-AMG, do novo Classe G e do Classe G elétrico, espera-se que as vendas globais aumentem no segundo semestre do ano.


As vendas de veículos elétricos (BEV) atingiram as 45.800 unidades no 2º trimestre. O ritmo de adoção de veículos elétricos diminuiu em mercados importantes, uma vez que a empresa se concentrou num crescimento saudável num ambiente de mercado caracterizado por grandes descontos. O aumento da procura de híbridos plug-in em todas as principais regiões levou a um aumento global das vendas de 27% em comparação com o ano anterior.


Mercedes-Benz vende 600.100 unidades no segundo trimestre

Em linha com as expetativas da marca, as vendas do segmento de luxo superior no segundo trimestre aumentaram 6% em comparação com o primeiro trimestre, mas permanecem abaixo dos níveis do ano anterior, principalmente devido às mudanças de modelo e a um ambiente de mercado moderado na Ásia. No entanto, o Mercedes-Benz Classe S continua a ser o líder indiscutível do seu segmento em todos os principais mercados. A empresa espera que as vendas do segmento de luxo superior aumentem significativamente no segundo semestre do ano, impulsionadas pelos novos lançamentos no mercado do novo Classe G, incluindo o Classe G elétrico, vários modelos Mercedes-AMG, como os derivados do Classe E e do CLE e o EQS atualizado.


As vendas no segmento de luxo essencial aumentaram 8% no segundo trimestre em comparação com o trimestre anterior, impulsionadas principalmente pelo Classe E e GLC, que manteve o seu estatuto de modelo mais vendido da Mercedes-Benz.


As vendas na Europa atingiram as 157.500 unidades com uma forte procura por veículos elétricos a bateria e híbridos plug-in. Na Alemanha, um em cada três clientes optou por um veículo elétrico a bateria (BEV) ou híbrido plug-in (xEV) no primeiro semestre do ano.


As vendas na China atingiram as 172.600 unidades no segundo trimestre, um aumento de 2% em relação ao primeiro trimestre. Prossegue o aumento da produção do novo Classe E fabricado localmente, que recebeu excelentes reações dos clientes e viu as vendas aumentarem 41% no segundo trimestre em comparação com o primeiro trimestre. A procura pelo Mercedes-Maybach Classe S continua forte, com um aumento de 16% nas vendas no primeiro semestre do ano.

 

As vendas nos EUA atingiram as 84.700 unidades no segundo trimestre, um aumento significativo de 27% em comparação com o primeiro trimestre, graças à maior disponibilidade do GLC, do novo Classe E e dos modelos CLE, bem como a uma maior procura de híbridos plug-in.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page