top of page
  • Foto do escritorRedação Europa

Lancia vai participar na 1000 Miglia de 2024


Lancia vai participar na 1000 Miglia de 2024

A Lancia está de volta para participar na 42ª edição da 1000 Miglia, evento que festeja o 70º aniversário da vitória do Lancia D24 Spider, recordando que o ano de 1954 marcou o fim de um período de dois anos de sucesso para a marca.


No evento vão estar presentes o passado e o presente com o Lancia Aurelia B20 GT de 1951 e o novo Lancia Ypsilon, como carro de apoio.


Após o lançamento do novo Lancia Ypsilon Edizione Limitata Cassina com motorização 100% eléctrica e outra híbrida, percorrer a rota da 1000 Miglia 2024 será a oportunidade exibir o primeiro modelo da nova era da marca antes da sua chegada aos concessionários.


“Após anos de ausência, a Lancia está finalmente de volta para participar na 1000 Miglia de 2024, com o icónico Aurelia B20 GT e o novo Lancia Ypsilon, que seguirá o percurso como carro de apoio. Estamos prontos para entusiasmar os fãs da marca, celebrando o 70º aniversário da vitória histórica do Lancia D24 Spider da melhor forma possível, atravessando este grande país, numa altura em que o novo Lancia Ypsilon começa a ser entregue aos primeiros clientes.  Entre o passado e o futuro, o renascimento da marca está a tornar-se uma realidade ainda mais concreta. Estamos prontos para dar mais um passo nesta viagem. E as surpresas ainda não acabaram...", declarou Luca Napolitano, Diretor-Geral da marca Lancia.


Após um interregno de seis anos, a Lancia está de volta e vai participar na 1000 Miglia de 2024, a reconstituição histórica da "mais bela corrida do mundo", como Enzo Ferrari gostava de lhe chamar. Trata-se de um regresso com um grande valor simbólico: 2024 marca o 70º aniversário da primeira vitória da Lancia na 1000 Miglia de 1954, com uma magnífica “barchetta” Lancia D24 Spider, conduzida pelo lendário Alberto Ascari. Foi também em 1954 que a Lancia completou dois anos de protagonismo nos desportos motorizados: um ano antes, vencera a Carrera Panamericana e o Targa Florio, tendo também conquistado a pole position e a volta mais rápida nos 1000 km de Nürburgring. Depois, em 1954, para além do triunfo na 1000 Miglia, a Lancia venceu o Rali de Monte-Carlo, o Giro di Sicilia, o Targa Florio e o Grande Prémio do Porto, num ano em que fez a sua estreia na Fórmula 1.


Lancia vai participar na 1000 Miglia de 2024

Para a edição de 2024, a Marca apresenta-se com um conceituado Lancia Aurelia B20 GT de 1951, parte da coleção da empresa e que habitualmente está exposto no Stellantis Heritage Hub.


A 42ª recriação da “Freccia Rossa” terá início em Brescia, a 11 de junho, onde regressará no dia 15, depois de visitar alguns dos locais mais evocativos de Itália. Sempre uma mistura de competição e aventura, a corrida realizou-se como uma competição de velocidade entre 1927 e 1957, tornando-se, depois, numa prova de regularidade a partir de 1977, na qual apenas são admitidos carros que tenham participado nessa competição ou que tenham sido produzidos no mesmo período.

Comments


300.250.png
Pottenza Global Consulting
bottom of page